Eu busco o som macio na aspereza
Dos dias com ruído de metal
A água, a calma, a ave, a natureza
Os ecos de um mundo celestial

Eu busco no tom da delicadeza
As sutilezas do mundo real
Por onde é mais tranqüila a correnteza
Eu levo o barco em meio ao temporal

Eu busco a intimidade do sussurro
Um pouco de silêncio, o ritual

João e Tom e todo o pessoal

Eu busco apenas o simples, o puro
O furo na parede, outro canal
Por onde a minha voz sopra o futuro
Presente num passado ainda atual

Sutilezas
Rosa Passos

    World
    • Type: Original
    Full Link
    Short Link (Twitter)