A composição foi feita por João Ribeiro de Almeida Borba pouco tempo depois de seu pai, Gabriel Borba, ter sofrido um ataque cardíaco e escapado por pouco depois de cirurgia e longa internação. "Borboleta" sugere o nome "Borba", e a borboleta flutuando na beira do penhasco sugere a leveza do alívio, depois de passado o perigo. O abismo sempre presente ali em baixo como pano de fundo, sugere a fragilidade da vida. Ele aparece representado na forma de "falhas" em que a melodia apresenta uma pequena "queda" suave sendo retomada rapidamente, e também representado por alguns crescentes de tensão, ainda que apesar de tudo, o conjunto permaneça sempre suave e por assim dizer, "aliviante".

    Instrumental
    • Type: Original
    • 92.5 bpm
    • Key: Bbm
    • © Creative Commons: Attribution, Share Alike
    • São Paulo, Brazil
    Full Link
    Short Link (Twitter)