Em entrevista a Rádio Jornal, nesta sexta-feira (25), o empresário do atacante Oliveira, que passou pelo Náutico em 2013, revelou que o clube alvirrubro quitou a dívida de cerca de R$ 1,2 milhão com o atleta. Depois de uma saída conturbada, o valor foi acordado após se arrastar por várias gestões. O representante do uruguaio, Miguel Gareppe, se mostrou satisfeito por encerrar o assunto.

Ainda de acordo com Miguel Gareppe, Olivera teve assinaturas falsificadas durante o imbróglio judicial que enfrentava contra o Náutico. O representante não soube dizer quem teria feito a falsificação, mas afirmou que recebeu os documentos com datas da gestão do ex-presidente Paulo Wanderley e Alexandre Homem de Melo. 

    Other
    • 97 bpm
    • Key: Abm
    • Recife, Brasil
    Full Link
    Short Link (Twitter)