Salve comunidade! On-line mais um episódio do Podcast Santo Baile Charme. Iniciamos 2020 com uma sessão especial só com músicas do mestre Toni Tornado.

Toni viveu o cotidiano do #Harlem, em Nova Iorque, na década de 1960. Ele testemunhou os movimentos sociais da época na luta pelos direitos civis e viu de perto a afirmação do chamado movimento “Black Power”.

Ao voltar para o Brasil passou a cantar em bares e boates no Rio de Janeiro até vencer em 1970, o V Festival Internacional da Canção com a música “BR 3”, em parceria com o Trio Ternura. A partir daí passou a incorporar a musicalidade, o espírito e a estética contestadora do soul e do funk estadunidense na música brasileira. Esta postura não agradou a indústria cultural da época e nem ao governo militar. Foi perseguido e acabou tendo a sua carreira de cantor restringida.

Muita gente boa talvez não conheça o lado musical de Toni Tornado já que hoje em dia ele atua como ator coadjuvante em novelas e programas de humor. Por isso se surpreenderam com a sua crítica ao idolatrado Chico Buarque na bancada do Programa do Faustão. Mas a história dele se confunde com a história da música brasileira por um viés que poucos têm o interesse de explorar. A verdade é que a música de Toni Tornado sempre esteve a frente do seu tempo e permanece assim até hoje.

Boa audição e lembre-se..., acessando o Podcast Santo Baile Charme você nunca mais vai curtir #blackmusic do mesmo jeito.

    Soul
    • 93 bpm
    • Key: Em
    • Manaus, Brasil
    Full Link
    Short Link (Twitter)