Um estudo recente publicado a 12 de março de 2019 pelo European Heart Journal, uma revista médica da Sociedade Europeia de Cardiologia vem mostrar que as partículas finas causam 800.000 mortes prematuras por ano na Europa e quase 9 milhões em todo o mundo.

    Podcast
    Full Link
    Short Link (Twitter)